Presos acusados de fraudar concurso para delegado em Goiás

Áulus Rincon

A polícia prendeu neste domingo em flagrante cinco suspeitos de fraudar a segunda fase do concurso para o cargo de delegado substituto da Polícia Civil de Goiás. Entre os presos há quatro candidados e um outro homem que seria o responsável por aliciar interessados em compra uma suposta aprovação no concurso.

De acordo com informações iniciais repassadas pela Polícia Civil, os candidatos teriam pago entre R$ 120 mil a até R$ 395 mil pela aprovação. As investigações começaram depois que alguns candidatos desconfiaram da alta pontuação que um grupo de concorrentes conseguiram na primeira etapa.

Já se sabe que parte dos suspeitos presos ontem no momento em que participavam da segunda etapa do concurso são pessoas pertencentes à famílias de alto poder aquisitivo e de grande influência na política e justiça de Goiás. Os nomes dos presos ainda não foram divulgados.

Na parte da tarde desta segunda-feira, a Polícia Civil, o Ministério Público e a Secretaria de Gestão e Planejamento (Segplan) concederão uma entrevista coletiva onde serão repassados detalhes e outras informações sobre a operação. A Segplan ainda não informou se por conta dessa fraude o concurso terá que ser anulado.




Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: