POLÍCIA ENCONTRA COCAÍNA NO APARTAMENTO DE CHORÃO

 

chorao

O vocalista da banda Charlie Brown Jr, Chorão, foi encontrado morto na madrugada desta quarta-feira (6), em São Paulo. A causa da morte do cantor ainda não foi divulgada.

O delegado Luiz Romano, que investiga o caso, disse que a causa será determinada pela perícia. Romano declarou que o músico estava sozinho em seu apartamento, no oitavo andar de um prédio em Pinheiros, zona oeste da capital paulista, quando foi encontrado pelo seu motorista.

A perícia que está no apartamento do Chorão informou que encontrou uma substância ilícita em cima de uma mesa. Já foi constatado que era cocaína. Além disso, a polícia completou afirmando que o apartamento estava todo revirado, e que a possibilidade de uma briga antes da morte ainda não foi descartada.

A perícia está colhendo, inclusive, impressões digitais para saber se havia mais alguém com ele na hora da morte.

Segundo a investigação, o apartamento já vinha passando por um processo de deterioração há algum tempo e estava muito bagunçado. Outra hipótese levantada é que Chorão teria tido um surto e saiu quebrando o local, até se machucar.

O cantor foi encontrado caído no chão, com vômito ao redor. O corpo deixou o apartamento por volta das 8h40.

Chorão estava passando por problemas psicológicos, de acordo com alguns amigos, por conta da separação da esposa. Ele estava tomando remédios.

A família de Chorão permanece no apartamento. Apenas o baixista da banda, Champignon, desceu do apartamento e disse que, além de estar muito triste, não sabe o que vai acontecer com a banda.

Poeta e polêmico

Alexandre Magno Abrão, seu nome de registro, tinha 42 anos. Ao encontrar o patrão desacordado, um funcionário chamou o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). Ao chegar no local, os médicos constataram que o astro já havia falecido. A Polícia Militar recebeu um chamado às 5h18 para verificar a morte natural em um apartamento.

Segundo a assessoria de imprensa da banda, o cantor estava de férias e com viagem marcada para os Estados Unidos no final dessa semana. O escritório que cuida da imagem do astro garantiu que seu estado de saúde era bom. Os dias de folga do músico terminaria em 22 de março, dia em que a banda tinha um show marcado em Campo Grande, no Rio de Janeiro.

O Charlie Brown Jr. apareceu no cenário musical no fim dos anos 1990. A banda lançou dez discos em pouco mais de 15 anos de carreira.

Alexandre Magno Abrão era o líder – e letrista – da banda nascida em Santos, litoral de São Paulo, no começo da década de 90. No entanto, o primeiro álbum só foi lançado em 1998. De acordo com o site oficial da banda, o Charlie Brown Jr. completa, em 2013, 15 anos de carreira.

Seu estilo musical sempre foi focado na linguagem jovem. Gostava de ridicularizar pagodeiros românticos, com letras cheias de palavrões e investidas contra “mauricinhos”.

Chorão é o único integrante da formação original. Em 2005, o cantor anunciou a nova formação da banda após uma briga com os músicos Renato Pelado, Marcão e Champignon.

Em 2011, o roqueiro rescindiu o contrato do grupo com a Sony Music e passou a gravar em um selo independente. Nesse mesmo ano, ele fez as pazes com Marcão e Champignon que retornaram ao Charlie Brown.

O famoso apelido vem da adolescência quando descobriu sua paixão pelo skate. O astro chegou a se profissionalizar no esporte e foi vice-campeão em um campeonato paulista. Paralelo a carreira musical, Chorão administrava marcas de skate e produzia grandes eventos do esporte no Brasil.

O skate serviu de pano de fundo da história do longa “O Magnata”. Escrito pelo cantor, o filme foi protagonizado pelo ator Paulinho Vilhena. Lançado em 2007, a produção contava a história de um garoto rico e mimado, que flerta com a marginalidade.

Chorão também adorava futebol e era fanático pelo Santos. Ele tinha um filho adolescente, chamado Alexandre, de um primeiro casamento. (Fonte: POP)




Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: