0
Posted 24 de setembro de 2013 by Redação in Notícias
 
 

Milhares de professores da Prefeitura de Goiânia entram em greve e tomam as ruas da capital

Captura de Tela 2013-09-24 às 16.57.28
Captura de Tela 2013-09-24 às 16.57.28

Captura de Tela 2013-09-24 às 16.57.28

 

Mais de mil professores e funcionários da rede municipal de educação realizaram na manhã desta terça-feira um protesto contra a prefeitura de Goiânia e a Secretaria Municipal de Educação. A mobilização aconteceu na Catedral Metropolitana, no Centro, e depois os manifestantes seguiram pela Rua 10.

Os servidores estão descontentes há algumas semanas com o prefeito Paulo Garcia e a secretária Neyde Aparecida. Os professores querem o pagamento integral da data-base e a manutenção do auxílio transporte, que hoje é de R$ 319, e a prefeitura quer reduzir para R$ 200.

A categoria também reivindica melhores condições de trabalho nas unidades escolares. Com a paralisação, cerca de 100 escolas e Cmeis não tiveram aulas nesta manhã. Foi realizada uma assembleia no protesto e a maioria apoiou o início de uma greve. 

Na semana passada, os professores realizaram um protesto em frente à Secretaria Municipal de Educação, no setor Universitário. O principal alvo deste protesto foi a secretária Neyde Aparecida, que foi condenada recentemente por improbidade administrativa pelo Tribunal de Justiça. Um grupo de professores pede a saída imediata de Neyde do comando da pasta, mas o prefeito Paulo Garcia já avisou que a petista segue como secretária.

Captura de Tela 2013-09-24 às 16.56.32

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Fonte: Brasil247

Be Sociable, Share!