Menina é expulsa de igreja após discordar do padre em reunião

sao jose das palmeiras

Uma menina de 11 anos de idade, que fazia parte de um grupo de coroinhas da única igreja católica de São José das Palmeiras, no oeste do Parará, foi expulsa da igreja pelo padre por fazer questionamentos sobre a presença nos encontros.

A mãe da adolescente, Rosane Bruno, disse que a filha participa dos movimentos desde os quatro anos. Para ela, o padre exagerou e vai responder na Justiça pela decisão. “Eu quero justiça para ela, porque, agora, ela está impedida de ir na igreja, coisa que ela gosta, ela está impedida de frequentar a catequese e o que vai ser dela. E se ele fizer isso com outras crianças”, questionou a mãe.

De acordo com a coordenadora dos coroinhas Sandra Menon, a discussão começou após a menina não concordar com as responsabilidades que o grupo deveria ter com relação aos movimentos e às cerimônias. “Ela questionou o padre. Por que tanto ir na igreja. Por que tem que ir tanto na igreja? (…)E ela ainda dialogou: Padre, mas assim a gente não vai sair da igreja. Daí começou. Ela começou a alterar a voz, o padre começou a alterar a voz com ela. E nesse altera voz, ele [padre] falou que não aceitaria ela mais como coroinha na igreja. [O padre falou] Você não precisa vim mais nem na catequese nem participar de movimento nenhum e nem na igreja porque nem Deus te quer assim. Pode ir para uma igreja evangélica”, contou.

A mãe da menina também afirmou que a filha chegou a casa chorando e muito “desesperada”. “Ela só falava que Deus não queria ela mais na igreja”, completou.




Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: