Goiás vacila no segundo tempo e é goleado pelo Fluminense

O Goiás até tentou, mas cometeu erros no segundo tempo e foi eliminado pelo Fluminense na Copa do Brasil. O time esmeraldino não conseguiu mostrar eficiência no segundo tempo e saiu derrotado por 3 a 0 com gols de Henrique, Nogueira e Pedro. A equipe comandada por Sílvio Criciúma saiu da competição após ter passado por Itabaiana, Boa Esporte e Cuiabá.

Classificado, o Fluminense aguarda o sorteio das oitavas de final para saber qual time irá enfrentar. O representante goiano que estará dentro desse sorteio e dessa fase da competição será o Atlético, que teve esse direito após ser campeão brasileiro da Série B de 2016.

GOIÁS MARCA BEM E MARCELO RANGEL BRILHA NO GOL

O Goiás veio com uma proposta bem defensiva para o jogo, mas isso quase foi por água abaixo nos primeiros minutos quando Victor Bolt fez pênalti para o Fluminense. Sornoza foi para a cobrança e o goleiro Marcelo Rangel fez bela defesa, evitando o primeiro gol do time carioca.

O Flu crescia na partida e tinha mais posse de bola, mas parava na defesa do Goiás, que marcava bem e não dava chances de perigo. A melhor chance veio quando Henrique serviu Wellington Silva, que na cara do gol, mandou por cima. O time goiano atacava apenas em cobranças de falta, executadas por Tiago Luís e Bolt.

O time de Abel Braga não foi bem no primeiro tempo o que rendeu uma boa conversa no intervalo e a oportunidade de mudar o time para melhorar ofensivamente, enquanto o Goiás seguia na retranca e esperando fazer o gol no contra-ataque.

DEFESA FALHA E FLUMINENSE LIQUIDA O JOGO

O Fluminense continuava na pressão e de tanto isso acontecer, a defesa esmeraldina falhou. Após cruzamento na área, Henrique apareceu do outro lado para cabecear e mandar a bola para o fundo da rede de Marcelo Rangel. A equipe do Goiás parece não ter ligado para o gol e seguiu retrancado, esperando a hora certa de fazer mudanças.

Mas o Fluminense não queria nem saber. Em escanteio, a bola viajou na área até a cabeça do zagueiro Nogueira, que subiu e marcou o segundo gol do time da casa. Foi aí que Michael entrou para tentar dar velocidade ao ataque esmeraldino e tentar um gol que levaria a decisão para os pênaltis.

Isso até aconteceu quando o jovem atacante tocou para Léo Gamalho na área e ele mandou para a rede, mas a bola já havia saído pela linha de fundo e o gol foi anulado. O Goiás foi todo para o ataque e o Fluminense esperava um vacilo para matar o jogo. Léo Sena perdeu a bola e deu um contra-ataque mortal, em que Pedro fez o terceiro gol do Flu e deu a classificação para o time carioca.

FICHA TÉCNICA

FLUMINENSE 3×0 GOIÁS

LOCAL: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)

COMPETIÇÃO: Copa do Brasil – 4ª fase

ARBITRAGEM: Raphael Claus (SP) apitou a partida, auxiliado por Danilo Ricardo Simon Manis e Alex Ang Ribeiro.

FLUMINENSE: Julio César; Lucas, Henrique, Nogueira e Léo; Orejuela, Wendel e Sornoza; Wellington Silva, Richarlison e Pedro. Técnico: Abel Braga.

GOIÁS: Marcelo Rangel; Tony, Everton Sena, Fábio Sanches e Jefferson; Victor Bolt, Léo Sena, Jean Carlos e Tiago Luís; Michael e Léo Gamalho. Técnico: Silvio Criciúma.

Fonte: Seleção do Povo




Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: