Goiás perde para o Flamengo e entra na zona de rebaixamento

Thalita Aquino – O Goiás entrou na zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro Série A. Na tarde deste domingo, o time esmeraldino perdeu para o Flamengo por 1 a 0, no Estádio Serra Dourada, em Goiânia, pela 15ª rodada da competição nacional. Marcelo Cirino, no segundo tempo, fez o único gol da partida.

O time carioca tem agora 19 pontos e está na 11ª posição da Série A. A equipe se afastou com mais folga da zona de rebaixamento, que tem o time goiano como seu integrante mais bem posicionado, com 13 pontos, ocupando o 18º lugar.

Na próxima rodada o Goiás enfrenta o Coritiba, domingo (2), ás 11 horas da manhã, no estádio Couto Pereira, em Curitiba. O Flamengo recebe o Santos, no Maracanã, ás 16 horas.

O Jogo

Os primeiros minutos de partida foram bem mornos, com Goiás e Flamengo se estudando, trocando passes no meio campo e sem agredir o adversário. A primeira chance saiu só aos oito minutos, quando o atacante Paolo Guerrero, muito comemorado pela torcida rubro-negra, recebeu pela primeira vez e arriscou um chute colocado de longe. A bola passou próxima ao gol de Renan, que caiu no canto para evitar maiores problemas.

Respondendo, o Goiás por pouco não abriu o placar. Bruno Henrique arrancou pela direita, deu um belo drible no marcador e rolou para trás. Rodrigo apareceu para finalizar, mas chutou torto e a bola saiu à direita do goleiro César. À partir disso o Verdão passou a ter domínio do jogo e conseguia criar algumas boas jogadas. Em uma delas, Murilo driblou e rolou para a pequena área, Bruno Henrique ia chegando para marcar, mas César caiu e ficou com a bola.

Aos 35 minutos, outra grande chance para o Verdão que por muito pouco não se tornou no primeiro gol da partida. Diogo Barbosa tabelou e recebeu livre na ponta esquerda. Ele rolou para o meio e Bruno Henrique desviou para o gol. A bola ia entrando, César se esticou todo e na ponta dos dedos salvou o Flamengo. Na sequência, Felipe Menezes foi quem soltou uma bomba e viu novamente o goleiro rubro-negro ir muito bem para segurar o empate.

Seguindo a blitz do Goiás, aos 40 a maior chance até então. Acuado, o Flamengo saiu jogando errado e Bruno Henrique roubou a bola. Ele entrou na área e tocou para Murilo, sozinho, que ao invés de chegar batendo, dominou e tentou driblar o goleiro, mas acabou perdendo de forma inacreditável. Mas não adiantou nada a grande pressão esmeraldina, pelo menos no primeiro tempo, que ficou no 0 a 0 com César sendo o salvador rubro-negro.

A etapa final voltou praticamente com o mesmo ritmo do primeiro tempo. O Goiás continuava melhor e era o único time que tentava jogar no ataque, mesmo não tendo todo aquele ímpeto que vinha apresentando. O Flamengo, apesar de ter duas mudanças no intervalo, continuava cauteloso e sem ação ofensiva. O time visitante só começou a reagir aos 10 minutos, quando conseguiu o primeiro chute a gol:

Jorge arrancou em alta velocidade pela esquerda e cruzou na entrada da área. Alan Patrick chegou, mas finalizou travado na marcação de Rodrigo e Renan encaixou a bola. O Flamengo parece ter se empolgado com o lance e cresceu no jogo. Dominando a posse de bola, o time era mais perigoso e deixava o Goiás mais preso na defesa.

Aos 26 minutos, veio o primeiro gol. Paolo Guerrero aproveitou falha da defesa, ficou com a bola e deu um belo toque para Marcelo Cirino. O atacante saiu cara a cara com Renan e bateu colocado no canto esquerdo do goleiro para fazer Goiás 0 x 1 Flamengo. O time goiano acabou sentindo o duro golpe e se perdeu no jogo.

Até o fim o Goiás tentou na base do abafa ao menos o empate, e aos 44 ele quase veio. Diogo Barbosa lançou Liniker, que entrou por entre a zaga, driblou o goleiro e acertou um balaço na trave rubro-negro. Essa foi a chance derradeira e o Goiás selou a terceira derrota consecutiva.

DIA DE CAMISA 3

O Goiás estreou sua terceira camisa, branca e com as assinaturas dos filiados ao programa de sócio-torcedor. O Flamengo também usou seu terceiro modelo, lançado em março e inspirado no primeiro uniforme utilizado pelo futebol do clube, conhecido como Papagaio-de-Vintém.

Terceira camisa (Divulgação/Goiás Esporte Clube)

Terceira camisa (Divulgação/Goiás Esporte Clube)

 

FICHA TÉCNICA
GOIÁS 0 x 1 FLAMENGO

Local: Estádio Serra Dourada, em Goiânia (GO)
Data: 26/07/2015
Horário: 16h
Árbitro: Heber Roberto Lopes (SC) Auxiliares: Kléber Lúcio Gil (SC) e Carlos Berkenbrock (SC)

Público pagante: 10.298
Público presente: 12.248
Renda: 760.800 reais

Gol: Marcelo Cirino 26’ 2T (0-1)
Cartões Amarelos: Diogo Barbosa, Carlos Eduardo (Goiás); Paolo Guerrero (Flamengo)

GOIÁS: Renan; Gimenez, Felipe Macedo, Fred e Diogo Barbosa; Rodrigo, Patrick (Liniker), David e Felipe Menezes; Bruno Henrique (Carlos Eduardo) e Murilo (Lucas Coelho).
Técnico: Julinho Camargo

FLAMENGO: César; Ayrton (Pará), César Martins, Marcelo e Jorge; Cáceres, Márcio Araújo e Canteros (Alan Patrick); Éverton, Marcelo Cirino (Gabriel) e Paolo Guerrero.
Técnico: Cristóvão Borges




2 thoughts on “Goiás perde para o Flamengo e entra na zona de rebaixamento

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: