Ex-apresentador da BBC acusado de pedofilia pode ter abusado de até 300 vítimas

 

 

Investigações preliminares apontam que o potencial número de vítimas do ex-apresentador da BBC Jimmy Savile, acusado de pedofilia, já se aproxima de 300.

Acredita-se que Savile, que tornou-se uma verdadeira “lenda” na Grã-Bretanha e morreu no ano passado aos 84 anos, possa ter abusado de várias meninas e alguns meninos durante um período de mais de 40 anos.A polícia diz que embora haja indícios de que “pessoas de destaque” possam tê-lo acobertado e auxiliado, até o momento não há razão para crer na existência de uma “rede de pedofilia” na qual as crianças seriam passadas de adulto em adulto para serem abusadas.

Até agora não houve prisões, mas os investigadores já indicam que alguns suspeitos devam ser detidos nos próximos dias.

Savile é um ex-apresentador e DJ, que foi agraciado com o título de “sir” pela realeza britânica por seu trabalho filantrópico. Ele morreu em 2011 aos 84 anos. Savile era célebre por sua imagem exótica, ostentando joias de ouro, um charuto e cabelos claros.

Agora, ele está sendo investigado pela polícia britânica por dezenas de suspeitas de abuso sexual. Há relatos de que Savile usava sua posição como celebridade nacional e aproveitava as maratonas beneficentes que realizava pelo país para atrair e ganhar a confiança de suas supostas vítimas.

Um programa da emissora britânica ITV, que foi ao ar no dia 3 de outubro, trouxe depoimentos de diversas mulheres dizendo que foram abusadas quanto ainda eram menores de idade. Nos dias seguintes, diversas outras supostas vítimas foram à público fazer denúncias.

Na última terça-feira, o diretor-geral da BBC, George Entwistle, apareceu diante do Parlamento britânico para prestar esclarecimentos sobre as investigações do caso.

 

Fonte: BBC




Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: