Atenção Brasil! Carlos Cachoeira, o “Garganta Produnda do PT”, diz que quer falar.

carlinhos-cachoeira-2005

 

O empresário Carlos Augusto Ramos, o Carlinhos Cachoeira, condenado a quase 40 anos pelo juiz Alderico Rocha Santos, da 11ª Vara Federal em Goiás, pelos crimes apurados na Operação Monte Carlo, da Polícia Federal, está em liberdade por força de um habeas corpus do TRF.  Cachoeira precisa comunicar o juízo todas as vezes que vai viajar, mas não precisa de autorização da Justiça para se ausentar de Goiânia.

Ontem o empresário voltou à justiça federal para comunicar que pretende fazer mais uma viagem para o litoral brasileiro. Na ocasião ele foi questionado por vários repórteres que o aguardavam no prédio da justiça federal. Um dos assuntos foi a sua relação com a empresa Delta.

Cachoeira disse que era consultor da Delta, e como tal tem muito a falar sobre o relacionamento da empresa com as prefeituras de Goiânia, de Anápolis, de Aparecida de Goiânia, Catalão e também com o estado de Goiás.

Carlinhos Cachoeira disse que se for chamado terá muito prazer em falar na CPI do Cachoeira instalada na Assembléia Legislativa de Goiás. Ele chegou a dizer que quer muito falar tudo o que sabe da relação da Delta com vários governos e políticos.

O presidente da CPI do Cachoeira na Assembléia Legislativa de Goiás, deputado Hélio de Sousa, disse que a comissão aguarda um posicionamento da justiça quanto ao direito de investigar prefeituras suspeitas de envolvimento no chamado esquema Deltoduto. Se a justiça der esse poder à CPI, Hélio de Sousa disse que está pronto para seguir investigando o que precisa ser investigado.

O deputado disse ainda que essa vontade de Carlos Cachoeira falar na CPI vai de encontro aos anseios da comissão, e pode perfeitamente revelar muita coisa que estaria encoberta até hoje. “Se Cachoeira quer falar, é extremamente importante que a gente o ouça. Quem sabe ele não nos revele algo verdadeiramente explosivo.” Completou.




Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: